8 de março de 2011

Sorvete só tem graça quando pinga


Por Gabriel Colombo



Elas adoram os bad boysAqueles rapazes que chegam chegando. Que seguram com força. Os volantes de seus carros ou as cinturas delas. 


Que em monossílabas dizem tudo sem vírgulas. E com um estalar de dedos transformam tua vida de uma mera ocasião para todo um evento. Tamanho vendaval.




Vocês mulheres vão lá. Vão para o salão. Vão comprar revistas. Falar com amigas. Vocês vão arrumadas. Bem penteadas. Vestidas. Para que isso? Para encontrar um rapaz que te desarrume toda e te dê o que tu queres. Emoção.




E nada melhor que eles, esse lado oposto do teu tudo certinho. Esta desordem que tira tua ordem. Aquele que zoa toda tua lourice. Tu reclama dele e de apelidos tipo cafajeste, mas foi o melhor da tua vida. 


O bad boy não necessariamente gosta de mulher que usa pouco pano e jaquetinha franjada. Ela gosta mais de mocinha de telenovela das oito que tem pai rico ou coração de vidro não duralex. 


Porque quando dá ele quebra teu coração e ele vai embora; tu arranjas um trouxa que te ature em tempo integral, te casa e passa a vida te lamentando. Bad boys nunca voltam ao local do crime.




Na vida real estão por aí, infiltrados. Cobertos com algumas peças de couro eles estão nos filmes. Na vida real os reconhecerá através de beijos selvagens. Ou darão bandeira de si mesmos com roncos de motores e cintos de tachas. Estes garotos te darão veneno pra tu provares como se fosse brigadeiro de festa




Toda arrumadinha do jeito que tu és, despertas muito mais o apetite por destruição dele. Pense que as cabecinhas deles funcionam com as seguintes lógicas. Sorvete só tem graça quando pinga. Incêndio só é bonito até que tudo queime; fica fácil e conveniente culpá-los e negar que querias mais emoção. Vão te proporcionar momentos que depois irás negar tudo para todos, menos para ti mesma




Mas o gosto de quebrar uma regra ou outra que o espírito jovem do bad boy tem te transforma na colegial que matava aula pra fumar e dobrar dois dedos da saia. Perigoso não é andar com o bad boy. Perigoso é em qual compartimento da tua caixa formato coração irás botá-lo.

Um comentário:

  1. Esqueceu que sem camisinha não dá? Então siga o conselho Reginho: http://bit.ly/foKnZH #fiquesabendo

    Conheça a Campanha contra a Aids deste Carnaval: www.camisinhaeuvou.com.br
    Siga-nos no Twitter e fique por dentro: www.twitter.com/minsaude
    Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir