31 de agosto de 2011

Rachel Bilson renova parceria com Sunglass Hut




A Sunglass Hut acaba de anunciar que a atriz e ícone da moda Rachel Bilson será a embaixatriz e diretora de estilo da marca por mais um ano. Conhecida como uma das celebridades mais bem vestidas do mundo, Rachel Bilson firmou sua primeira parceria com a Sunglass Hut em maio de 2010, quando a loja abriu sua Flagship na 5ª Avenida, o endereço mais famoso de Nova York. Desde então, Rachel tem trabalhado diretamente com a equipe da marca para trazer cada vez mais aos seus clientes as últimas tendências e estilos em eyewear.

Durante a sessão de fotos da nova campanha da Sunglass Hut, a atriz falou sobre a parceria e confessou que sempre foi apaixonada por óculos.




"Não é segredo que eu amo óculos de sol e este trabalho tem sido muito gratificante, pois conheço em primeira mão todos os principais lançamentos, além de estar em contato direto com os consumidores da loja. Também amo poder trabalhar nos bastidores da moda e entender como tudo funciona”, conta Rachel.

As fotos da campanha foram feitas em um estúdio em Los Angeles, onde a bela se prepara para seu novo papel como protagonista na série de TV "Hart de Dixie". Mark Abraham foi o fotógrafo responsável pelos cliques e o styling ficou por conta de Nicole Chávez.




Para a campanha Rachel escolheu modelos de diversas marcas vendidas na loja que foram escolhidos pela própria atriz, de acordo com seu gosto pessoal e as tendências atuais. 


A campanha será lançada neste mês de setembro.




"A Promessa" chega ao Brasil




Enquanto estiver lendo a minha história, há algo que quero que compreenda. Apesar de todo o sofrimento – passado, presente e o que ainda virá –, eu não teria feito nada diferente. Nem trocaria por nada o tempo que passei com ele – exceto pelo que, afinal, eu troquei”.


Beth Cardall tem um segredo. 


Durante dezoito anos, ela não teve escolha senão guardá-lo para si, mas, na véspera do Natal de 2008, tudo isso está prestes a mudar.


Para Beth, 1989 foi um ano marcado pela tragédia. Sua vida estava desmoronando: sua filha de seis anos, Charlotte, sofria de uma doença misteriosa; seu casamento transformou-se de uma relação aparentemente feliz e carinhosa em algo repleto de traição e sofrimento; seu trabalho estava por um fio e ela perdera totalmente a capacidade para confiar, ter esperanças e acreditar em si mesma. 


Até que, um dia extremamente frio, após atravessar uma nevasca até a loja de conveniência mais próxima, Beth encontra Matthew, um homem misterioso e encantador, que mudaria de uma só vez o curso de sua vida.


Quem é esse homem, e como ele parece conhecê-la tão bem? Matthew a persegue incansavelmente, mas somente após se apaixonar perdidamente é que descobre seu incrível segredo, transformando sua forma de ver o mundo, assim como seu próprio destino nessa história de tirar o fôlego sobre como o amor é capaz de mudar todas as nossas perspectivas.


“Um romance mágico impulsionado pelo inesperado, o que torna o livro impossível de largar... Muitos fãs de Evans irão desfrutar desta história emocionante.” – Booklist


“Evans combina temas de férias com um toque de ficção. Os leitores, se identificarão com Beth, até enquanto buscam entender a relação difícil em que ela se encontra, pois quase todo mundo já passou por algo parecido.” – Publishers Weekly


SOBRE O AUTOR


Richard Paul Evans é autor de inúmeros romances que venderam mais de 14 milhões de exemplares nos EUA. Seus livros já foram traduzidos para mais de 25 idiomas e vários deles se tornaram best-sellers internacionais. 


Ele foi premiado inúmeras vezes com prêmios literários e também recebeu o Humanitarian of the Century Award, concedido pelo Washington Times, e o Volunteers of America National Empathy Award por seu trabalho em auxílio a crianças vítimas de violência. Evans vive em Salt Lake City, em Utah, com sua esposa Keri e seus cinco filhos.


- Título: A Promessa
- Autor: Richard Paul Evans
- Tradução: Tiago Novais   
- Nº de páginas: 288
- Preço: R$24,90


29 de agosto de 2011

Contente com o seu queixo?



Apesar da variedade de cosméticos existentes, às vezes é preciso um procedimento mais radical


A busca pela beleza faz parte da natureza humana e a cirurgia plástica cada vez mais se aprimora a fim de satisfazer este anseio. É bom lembrar que sentir-se feliz com a imagem refletida pelo espelho faz um bem enorme.

Por isso, a indústria cosmética se aprofunda em pesquisas e cada vez mais novidades aparecem; não faltam cremes e maquiagens rejuvenescedores.

Mas, o que seria essa tal beleza?

Os especialistas em procedimentos corretivos explicam que a harmonia e a simetria são elementos fundamentais para a beleza humana, afinal, ninguém quer ter um lado diferente do outro

Milimetricamente falando não há como as partes do corpo serem iguais, mas, visualmente, é possível chegar a uma percepção de simetria.

Muitos detalhes compõem a estética corporal e no rosto as proporções são ainda mais evidentes. A posição do queixo, por exemplo, determina a proporcionalidade da face.



O queixo deve tocar uma linha vertical imaginária que passa pela raiz do nariz. Se o queixo estiver à frente desta linha ou atrás, é sinal de que há alguma deformidade.



A pessoa pode achar que seu nariz é grande, mas talvez o problema esteja no queixo, que pode estar posicionado inadequadamente

As alterações na posição do queixo podem ser causadas por deformidades ósseas, que surgem no decorrer do crescimento do indivíduo, ou devido a traumas, fraturas ou tumores.


O queixo pode ficar avançado, chamado de retrognatismo ou retrognatia que é um tipo de má-oclusão causada pela posição mais posterior da mandíbula, que pode causar distúrbios do sono, como a apnéia do sono. 


O retro posto é conhecido como prognatismo (do grego pro, "movimento para a frente", + gnathós"mandíbula") à proeminência dos dentes em relação ao plano da face.

Em animais com crânio, o prognatismo é resultado de uma hipotrofia óssea da maxila ou hipertrofia óssea da mandibula - a mandíbula é mais longa que a maxila.Existem também os desvios laterais, o latero desvio.

Mentoplastia

A cirurgia plástica é uma das alternativas mais recomendadas para posicionar corretamente o queixo. A denominada mentoplastia pode alongar, encurtar, reposicionar, modificar o formato ou corrigir desvios no queixo.


A técnica varia conforme o problema e pode lançar mão de próteses de silicone para aumentar a região ou cortes no osso para o reposicionamento.

A mentoplastia é procurada principalmente pelas pessoas que possuem o hipomentonismo ou a retrognatia, ou seja, o queixo para trás. Neste caso é feito o implante de uma prótese entre o músculo e o osso, alongando o queixo.

Medicina e Odontologia juntas

Ainda segundo os especialistas, de acordo com a complexidade do problema é necessário um tratamento interdisciplinar, que envolve outras áreas da Medicina e principalmente da Odontologia. 


O tratamento ortodôntico, por exemplo, deve ser feito antes da cirurgia, já que os dentes afetam o posicionamento dos lábios, que por sua vez influenciam a posição do queixo.



O paciente é orientado a fazer diversos exames para que seja possível identificar as causas do problema e indicar o melhor tratamento para o caso.

Se você de identificou com alguma das situações descritas, procure um cirurgião plástico (que tenha registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) e peça um diagnóstico, estude as possibilidades de correção.


Novo espaço para informações de beleza e cirurgia plástica


Os internautas que são antenados em assuntos de beleza e cirurgia plástica já podem acessar o novo site do cirurgião plástico Alderson Luiz Pacheco.

O site foi reformulado pela empresa Deme Criação e Desenvolvimento, responsável por deixá-lo mais moderno e completo. 

Quem acessar o endereço eletrônico www.alplastica.com poderá conhecer mais sobre as cirurgias plásticas que aumentam a beleza e a auto-estima de homens e mulheres. 

Além disso, pode ter acesso a notícias atualizadas sobre a área, ler as matérias nas quais Pacheco foi utilizado como fonte e entrar no blog do cirurgião.

No blog são colocados posts sobre os mais diversos assuntos envolvendo cirurgia plástica e outros procedimentos estéticos como aplicação de botox. 

Acredito que a internet é uma ferramenta poderosa para divulgar informações e devemos usá-la da melhor maneira possível, oferecendo conteúdo de qualidade - ressalta Pacheco.

Nossos fantasmas!



Ao longo da vida nos deparamos com muitos ‘fantasmas’. 

Alguns colecionamos por anos a fio até que uma terapia apague suas impressões. 


Outros, vão surgindo em nosso dia a dia e preenchem as páginas de nossa agenda com aquilo que anotamos e não damos conta de fazer. 

Um comum a muita gente é o fantasma do salário que não se estica feito elástico até o final do mês. 

Outro é aquele que ganha corpo pelo medo de ir a um médico e ele pedir uma porção de exames, e que depois de ser abatido cederá seu lugar a outro emergido pelo receio de um resultado inesperado.


Não devemos nos esquecer também de listar aquele velho fantasminha infantil que nos assombrava com o medo do dentista e sua maquininha de dor estridente...

Há ainda os fantasmas da corrupção, da roubalheira do dinheiro público e dos maus políticos. 

Da decepção do voto dado pra quem não está fazendo por merecê-lo. 

Do medo da violência na rua, no banco, no trânsito... 


O fantasma da competitividade que dá ímpetos a um colega de arrancar o fígado do outro no seu ambiente de trabalho.

E, ultimamente, do fantasma do tempo. Não o tempo que nos deixa mais velhos a cada dia e do qual não podemos, e não queremos fugir; caso contrário, precisaríamos morrer. 


Falo desse tempo-clima maluco que faz a temperatura despencar mais de 10 graus em menos de 24h

Que nos palhaços urbanos vestidos para verão e inverno, com filtro solar e guarda-chuva. 


Outro dia, uma moça de São Paulo comentou que saía de casa às 6h da manhã com roupa de inverno por causa do frio. Mas na mochila carregava vestuário de meia estação, de verão e até biquíni, porque no final do dia poderia estar muito quente e assim ela poderia dar uma passada no clube antes de retornar à sua casa. 

Afora esse fantasma doido e trapaceiro, ela também tinha outros, como o do trânsito emperrado e o de enfrentar um temporal na rua com direito a enxurradas e tragédias.

Ah, são muitos os fantasmas cotidianos, alguns extravagantes, excêntricos, idiotas, absurdos! A parte boa disso é que com o tempo vamos ganhando tarimba para lidar e abater alguns. 


Os mais resistentes e encouraçados viram verdadeiros monstros com poder de fogo para roubar o brilho, o sorriso, a leveza e a despreocupação dos semblantes mutando-os em caricaturas carrancudas... 

Por fim, meus mais recentes fantasmas são crias desse inverno
chuvoso e frio.

Eles me fazem lembrar uma infância povoada por roupas molhadas estendidas no varal do pátio por vários dias, que brincavam com meu imaginário ao se moverem ao comando do ventoOu quando bruxuleavam na sombra das luzes à noite.





Crônica de Rosane Leiria Ávila
- rosaneleiria@gmail.com


28 de agosto de 2011

Realce, por Bira Lopes

Acompanhe o realce da auxiliar de costura 
MARIZA OLIVEIRA, 39 anos



- Estou me sentindo PODEROSA!


- Bira Lopes - (53) 3232-4524.
- E-mail: biralopes@brturbo.com.br

Seja você a próxima!!
Veja como na contra-capa do...


A ignorância é uma benção!


                                            Crônica: JU Blasina


- Malditas pesquisas! É de se admirar que haja tanta gente saudável no mundo! - escreveu ela, em seu status de Facebook, após uma madrugada navegando por alguns dos lugares mais inóspitos da internet: o fantástico mundo das descobertas científicas relacionadas à gestação

Já não bastasse o susto que receber a notícia de que pelos próximos 9 meses, ou melhor dizendo, pelas próximas 42 semanas nem se dê ao trabalho de calcular – seu corpo se tornará uma metamorfose ambulante, vem a maldita curiosidade a lhe guiar contra a fantasiado momento mais mágico da vida de uma mulher”.


A primeira coisa que uma mulher recém-descoberta-grávida faz é partir para as pesquisas: o bisonho calendário da gestação, significado de nomes, o que se pode e o que nem se deve pensar em comer, beber, fazer... 

E um novo mundo se abre, enquanto aquele que ela conhecia aparentemente se fecha perante os olhos arregalados de quem acabara de embarcar numa turbulenta viageme de gaiato!

Como (quase) todas as mulheres, ainda que a maternidade não fizesse parte de seus planos imediatos, ainda que sua vida – de solteira, moderna, independente e um tanto feminista – não comportasse tais mudanças para já, ainda que não tivesse estrutura nem econômica, nem financeira, tampouco afetiva para tal empreitada, julgava que saberia o que fazer assim que isso fosse uma realidade: seria a mais saudável grávida da história da humanidade, graças a sua rotina de exercícios, dos cuidados com a pele, com a dieta, já equilibrada, e ao sono bem dormido de cada santa noite... Mas, o universo sabe o que faz para dobrar línguas presunçosas. 


Vivia a fase mais boêmia de sua vida: bebida, cigarros, noites em claro pelos botecos da vida, quando recebeu a pedrada da notícia. 

Instantaneamente, largou o que quer que trouxesse nas mãos e as levou a cabeça: havia um mês que levava um hóspede silencioso às suas noites de farra

E com as possíveis consequências disso em xeque, o universo riria da cara dela pelos longos próximos meses.

- PQP! Se a próxima frase que eu ler proibir o chocolate, juro que vou ficar inerte nessa cama pelos próximos 8 meses! – disse ela, um tanto irritada, após ter lido em todas as possíveis “dicas para uma gestação saudável” que todos os seus tão estimados hábitos deveriam ser abandonados “para todo o sempre, amém”, ou enquanto durar a atual condição em que se encontrara, ou seja, pelos próximos 8 benditos meses: sem bebidas alcoólicas, sem canela, sem gengibre, sem pimenta, [quase] sem café, chocolate ou chá verde, azeitonas ou qualquer coisa que traga sabor!



Sorte a dela em gostar tanto de espinafre - esse pode... E aos lotes! 

Sorte a do bebê em estar num útero pseudo-vegetariano: o que se perde em carne vermelha, ganha-se em grãos, castanhas, legumes e frutas – tomar que ele se contente mais do que ela com o cardápio “do navio”. 

E dá-lhe leite, muito leite onde antes havia vinho e outras delícias líquidas, mas... Qualquer sacrifício é válido na penitência de superar possíveis traumas causados pelo primeiro mês de ignorância.

- Agora fico pensando em toda a fisiologia que carrego na barriga... - dizia ela, mais a si mesma que a qualquer ouvido.

- É mesmo de se admirar que tanta gente nasça saudável, com todas as chances de que algo dê errado, por mais certo que se faça, coma, beba, RESPIRE! – completou a apavorada de primeira viagem.


- E ainda assim, eles nascem... Sorte a deles! Cá estamos nós, para confirmar o feito: sorte a nossa - isso, ela não disse, mas pensou enquanto concluía mais um texto do tipo “o que esperar quando se está esperando”:

- Ora bolas, o melhor, só o melhor, sempre o melhor! Ainda que se ignore as estatísticas em prol do bem-estar.
O importante é focar o pensamento em algum lugar entre o que se espera na barriga e do futuro.  

O resto... é neura, pura neura e nada mais.


E-mail: jrblasina@yahoo.com.br

Facetas e Macetes da CONFEITARIA!


TEXTO E IMAGENS:
BRUNO ZANINI KAIRALLA

FOI UM SONHO REALIZADO”, expressou a carioca papareia Silvana Fernandes Absalão da Silva, 44 anos. Silvana, que já mora em Rio Grande há muitos anos, foi uma das 70 pessoas que participou do curso Decoração de Bolos, promovido pela ONG GENTE EM AÇÃO, entre terça e quarta-feira desta semana.  

Nunca tive a oportunidade de participar de um curso assim. Pode parecer um sonho bobo, mas me trouxe um significado muito forte, pois marcará o início de uma história - declara a promotora de vendas (abaixo), que faz salgados e agora pretende aprimorar seu conhecimento na área da confeitaria.


Tanto para Silvana, como para os demais interessados, o curso gratuito serviu como estímulo, numa área que carece sempre de hábeis e bons profissionais no mercado. “A técnica de aplicar e trabalhar com o chantili”, indica Silvana, ao eleger o que mais gostou de aprender. 

Além de bonito, ele é muito saboroso”, completa ela, que, assim como os outros participantes, pôde experimentar fatias das delícias que eram finalizadas durante a aula. “Da até pena de comer” – foi o comentário mais ouvido entre os instruídos.


Acompanhados por vários flashes, originados pelos alunos assim que as obras ficavam prontas, o curso apresentou macetes e técnicas básicas de acabamento para compor bolos artísticos, no objetivo de fugir da mesmice que tanto se vê em supermercados ou padarias, por exemplo. 

Em tom divertido, descontraído, as aulas foram ministradas com a experiência e sabedoria dos técnicos de confeitaria, Célio Lemke, 44 anos, e Alexandre Teixeira, 40.


Célio é líder técnico da Região Sul da distribuidora multinacional Rich’s, enquanto Teixeira atua na Fabiano Zaffalon, empresa pelotense de confeitaria, panificação, salgados, gastronomia e representante da marca Rich’s


Os dois concordam que faltam bons profissionais na área que seguem. 

Falta qualificação; há uma procura muito grande de profissionais qualificados nesta área de confeitaria e panificação, uma área que só cresce com os anos - observa Teixeira. 

As pessoas precisam aprimorar suas técnicas e serem boas naquilo que fazem. Existem muitas oportunidades; não podemos é ficar na mesmice - alerta Célio.

INGREDIENTES

Ousadia e criatividade. Assim a afinada dupla define os ingredientes fundamentais do perfil profissional de quem almeja se lançar na confeitaria. 

Os dois admitem “batizar” suas criações, que desafiam suas capacidades, exprimem suas habilidades artísticas e se diferenciam uma das outras pelos meros detalhes no acabamento e esmero que adicionam ao trabalho. Assim, eles também contam suas trajetórias.


Teixeira entrou na área da confeitaria em 1995 quando passou a trabalhar para a tradicional padaria pelotense, Círculo Operário. Na Zaffalon atua desde 2007, quando foi aprovado diante um teste. 

Casado com Janaína, pai de Bruno e Marco Antônio, indagamos quais são as delícias mais pedidas pela família. “Tortas e salgados”, frisa. Sem nenhuma modéstia, ele responde o que eles mais curtem em suas criações: “A perfeição que fica”. 

Único confeiteiro da empresa que representa, ele acrescenta:

- Toda decoração é gostosa de fazer, tem que ter amor naquilo que se faz, não existe decoração difícil tem é que ter persistência e muito treino - pontua ele.


Natural de Gravataí (RS) foi lavando louça numa confeitaria, aos 14 anos, que Célio (acima) teve o seu interesse na área despertado. A partir daí, fez cursos em empresas, como Senai e Senac, e há 15 anos segue com muito talento e bom humor nesta área. 

Como líder técnico da Rich’s já soma orgulhosos onze anos. “Tudo o que estiver relacionado com confeitaria, nós da Rich’s somos especialistas; da confeitaria fina, a chocolateria, doces, mousses, tortas de sorvete”, cita ele, estas verdadeiras tentações, capazes de provocar qualquer mortal amante de doces.

Dos cursos que ministra, ele relaciona as contribuições oferecidas aos alunos. “Conhecimento, novas ideias, novas tendências. Como viajo sempre, dentro e fora do País, carrego comigo as novas tendências e conhecimentos para repassar. Estou realizado, gosto muito do que faço e adoro passar meus conhecimentos. Tenho paciência. Posso repetir varias vezes a mesma coisa até o aluno pegar e aprender”, enfatiza.


Casado há 24 anos, Célio é pai de Letícia (27), Vitor (17) e Juliana, a caçula de três anos e sete meses. E também já é vovô. A sua neta, Maria Eduarda tem três anos. O que sua família mais admira em seu trabalho? “Acho que as decorações diferentes”, aponta.

Dos principais macetes, Célio revela o que nenhum aluno pode saber, se durante a aula algum imprevisto ocorrer. “Normalmente, quem esta no curso não sabe o que vou fazer, se algo dá errado faço alguns ajustes na hora. Até hoje sempre consegui me safar”, brinca ele.

OPINIÃO

Entre os macetes que a empresária de São José do Norte, Verônica Bittencourt (acima), 34 anos, mais apreciou no curso foi fazer os cones de papel para embelezar de forma escultural o recheio em bolos e tortas. 

Proprietária de uma padaria e confeitaria em seu Município, ela reclama da dificuldade que tem para encontrar instrumentos que ajudem a arquitetar as doces iguarias e elogia o conhecimento que obteve no curso. 

“Gostei porque eles não ficaram restritos na decoração. Eles [os professores] abordaram desde o improviso em equipamentos, forma de conservação, opções e os detalhes, como o tipo de forma e de acabamento”, salienta Verônica.


No fim da aula, os instrutores sortearam as tortas trabalhadas. Entre os felizardos, estava Luiza Souza Rodrigues (acima), 44 anos, moradora do Trevo que trabalha com salgados e agora se arriscará mais nas tortas. 


Além dela, o morador da Junção, João Miguel Machado (acima), 61 anos, pai de três filhos e avô de cinco netos, diz que gosta de cozinhar para a família e que colocará em prática as delicias aprendidas no curso. 


Quem aproveitará para aplicar as técnicas em seu negócio, é o proprietário há 11 anos de uma das padarias no balneário Cassino, Edir Alves (acima), 39 anos, que se sentiu satisfeito de participar do curso.

NOVO CURSO GRATUITO


E nesta nova semana, a GENTE EM AÇÃO promove outro curso gratuito: TÉCNICAS DOMÉSTICAS. Dirigido a trabalhadores domésticos e ministrado pela professora Isonara Conceição da Vara (abaixo), o curso apresenta duração de 40 horas, oferece certificado de participação e se desenvolve de terça (30) até a próxima quinta-feira (1º), no horário das 14h.  

Para a inscrição – realizável na própria sede da entidade [24 de Maio, esquina Rua Senador Correa] - o documento solicitado é a identidade.


Conforme a professora, o curso ensina na prática como limpar, manter e cuidar dos ambientes e todas outras rotinas domésticas. O objetivo é fazer com que os participantes conquistem seu espaço através do refinamento, da postura e da atitude profissional


O profissional aprenderá todas as formas de exercer o seu trabalho com ética profissional, responsabilidade e acima de tudo autoestima”, diz à educadora, técnica de contabilidade e que há dez anos atua como instrutora de cursos profissionalizantes, tais como: secretariado, recursos humanos, contabilidade, escrita fiscal, oratória, vendas e telemarketing, auxiliar de departamento pessoal,  além deste, técnica domésticas.

Técnica em contabilidade, Isonara, reside na capital gaúcha e por se sentir confinada na área contábil, decidiu adicionar a docência. Enquanto trabalhava para uma empresa durante o dia, à noite, passou a lecionar pelo Estado, atuando como professora de matemática

“Descobri a paixão por sala de aula”, declara ela, que começou a participar de cursos e treinamentos para auxiliar pessoas que, como ela, busquem crescimento.

TORTA AMOR e SAUDE
- Receita indicada por Célio Lemke da Rich's


Ingredientes da Massa
- Cereal (100g)
- Ganache Meio Amargo (120g)
- Flocos de arroz (100g)

Ingredientes do Recheio
- Bettercreme sabor Nata (200g)
- Iogurte Salada de Frutas Light (100g)
- Requeijão Cremoso (50g)
- Agua (60 ml)
- Gelatina Neutra (8g)

Cobertura e Decoração
- Ganache Meio Amargo (70g)
- Castanha do para (20g)
- Damasco (10g)
- Nozes (10g)
- Ganache Branco (10g)
- Avelã (10g)

PREPARO:
1. Usar um aro, formato de gota (20 centímetros)
2. Aquecer o Ganache Meio Amargo e misturar com o flocos de arroz e o cereal. Utilizar como base da torta. Na lateral do aro colocar as castanhas, as nozes avelã e o damasco, intercalados.
3. Hidratar e aquecer a gelatina. Misture com o iogurte, requeijão e o Bettercreme, sabor Nata (já batido). Coloque no aro e deixe gelar por duas horas.
4. Cobrir com Ganache Meio Amargo.
5. Faça acabamento com as castanhas e o damasco. Com o Ganache Branco escreva AMOR, conforme a imagem.

Gravidez tranquila por 9 meses



Segundo especialistas, quem busca uma gravidez tranquila deve saber que é preciso adotar hábitos saudáveis durante os nove meses.


Da alimentação, passando pelas tarefas domésticas e o contato com bichos de estimação, a mulher deve ter em mente que, até o nascimento do bebê, seu corpo deve respeitar as novas regras.


"A mulher pode ter uma vida normal em todos os sentidos, desde que siga alguns cuidados. Ela deve saber que embora não seja uma doença, a gravidez é um período delicado'', diz Mauro Grynszpan, obstetra da Maternidade Pro Matre Paulista.


"No trabalho, por exemplo, a gestante precisa tentar amenizar aborrecimentos e se defender do estresse para seu bem e para o bom desenvolvimento do bebê'', diz José Bento de Souza, ginecologista e obstetra dos hospitais Albert Einstein e São Luiz.


Durante o período, deve-se também evitar cigarro e bebidas alcoólicas, que podem causar partos prematuros. E, claro, seguir todas as orientações do pré-natal.


Sobre a escolha do tipo de parto, especialistas salientam que o parto normal é sempre o primeiro a ser indicado. "Mas, se houver alguma intercorrência, a cesariana pode ser indicada. Em casos de hipertensão ou diabetes, por exemplo, pode ser até mais adequada'', diz Vera Fonseca, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia.


VERDADES E MENTIRAS



Algumas posições são melhores para o sono das gestantes.
Verdade. Dormir de lado, sobretudo virada sobre o lado esquerdo do corpo, facilita a circulação do sangue e evita inchaços. A grávida também deve ter um sono tranquilo, de preferência respeitando oito horas de descanso

Alguns hidratantes podem ser prejudiciais ao bebê.
Verdade. É preciso ter atenção redobrada com alguns produtos utilizados durante a gravidez. Por exemplo, hidratantes que contenham ureia devem ser evitados, pois podem ser prejudiciais ao bebê.

Quanto mais variada a alimentação na gravidez, melhor.
Mentira. A gestante deve evitar alimentos condimentados, assim como frituras e gorduras. Também é recomendável a redução de cafeína, presente no café, alguns tipos de refrigerantes e chás durante a gestação.

Atividades físicas são boas durante a gestação, mesmo se a mulher for sedentária.
Mentira. A atividade física é importante, mas nunca deve ser feita sem supervisão. Exercícios deve ser realizados com a aprovação de um médico. Sedentárias não devem achar que a gravidez é o melhor momento para começar uma atividade física.



Gestante e bebê ganham guia



Com ilustrações do cartunista Ziraldo, o Ministério da Saúde lançou neste mês de julho, o Guia dos Direitos da Gestante e do Bebê, cartilha que informa como garantir os direitos das mães e dos recém-nascidos, destacando também os benefícios do aleitamento materno


Segundo o Ministério, amamentar é a forma mais eficaz para a redução da mortalidade infantil, além de proteger a criança de inúmeras doenças. Atualmente, apenas 41% dos bebês menores de seis meses no país são alimentados exclusivamente com leite materno, de acordo com dados do Ministério da Saúde. 


A taxa é semelhante à média mundial, calculada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em menos de 40%, mas é bem abaixo do percentual ideal definido pela organização - entre 90% e 100% das crianças nessa faixa etária. 


Um dos objetivos do milênio ratificados pelo Brasil é reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade infantil entre menores de cinco anos. De acordo com a OMS, o aleitamento materno exclusivo é capaz de diminuir em até um quinto as mortes nessa faixa etária. (Folhapress)